domingo, 16 de setembro de 2012

Louvor: Uma reflexão para os levitas.

Por Raphael Marinho
O louvor é algo que nasceu nos céus, os anjos louvam ao nosso SENHOR nas alturas, Deus ao criar o homem em sua imagem e semelhança nos concedeu a honra de louva-lo. Na Bíblia o louvor é basicamente definido por três palavras: Barak (bendizer); Yadah (dar graças); Balal (aleluia – louvai ao Senhor) porem, o Ministério de Louvor às vezes é visto erroneamente como uma banda de animação e infelizmente essa concepção vem sendo observada na formação de muitas bandas gospel atualmente.  
É necessário que o ministro de louvor esteja preparado, com o coração limpo diante de Deus, em sintonia com todo o ministério. "Preparado está o meu coração, ó Deus, preparado está o meu coração; cantarei, e darei louvores." (Salmos 57 : 7). É necessário diminuir cada vez mais para que Deus cresça, pois Ele é a atração principal, somos apenas instrumentos nas mãos d´Ele, só ele é digno de todo louvor. É necessário ter vontade de louvá-lo, não ministre apenas por obrigação, ou porque seu líder ou pastor queira ouvir uma música para animar a igreja, antes de todos é Jesus Cristo a quem devemos temor, repeito e fidelidade. "E, quando oferecerdes sacrifícios de louvores ao SENHOR, o oferecereis da vossa vontade." (Levítico 22 : 29). Sempre digo em nossos encontros do Livre Geração (LG) que só tocar não é importante! Priorize primeiro o relacionamento com Deus, depois vem os ensaios, as músicas. Faça sempre o melhor pra Deus, mas antes de tudo seja verdadeiramente um levita, confie em Deus! Ele sempre te dará um cântico novo e te mostrará o que cantar, o que tocar e o que dizer. "Abre, Senhor, os meus lábios, e a minha boca entoará o teu louvor." (Salmos 51 : 15)

 É Através de nosso tocar, nosso cantar que nos apresentamos a Deus e pessoas sentem no coração a alegria de louvar ao SENHOR, porque Deus age e habita nos louvores! É nesse momento que há libertação, cura, restauração, livramentos, pois o louvor quebra as cadeias e laços de Satanás que há sobre as pessoas. “Davi tomava a harpa, e a tocava com a sua mão; então Saul sentia alívio, e se achava melhor, e o espírito mau se retirava dele. (1 Samuel 16:23 b)”;  No cap. 20 do livro de II Crônicas,  narra a história em que os filhos de Moabe, e os filhos de Amom, com um grande exército vieram à peleja contra o rei de Judá Jeosafá. O rei temeroso sabendo que era impossível vencê-los buscou socorro ao Senhor. Em jejum e constante oração o Espírito de Deus veio sobre eles e disse o Senhor: “Não temais, nem vos assusteis por causa desta grande multidão; pois a peleja não é vossa, mas de Deus; Nesta batalha não tereis que pelejar; postai-vos, ficai parados, e vede a salvação do SENHOR para convosco. E aconselhou-se com o povo, e ordenou cantores para o SENHOR, que louvassem à Majestade santa, saindo diante dos armados, e dizendo: Louvai ao SENHOR porque a sua benignidade dura para sempre. E, quando começaram a cantar e a dar louvores, o SENHOR pôs emboscadas contra os filhos de Amom e de Moabe e os das montanhas de Seir, que vieram contra Judá, e foram desbaratados”.  "O SENHOR, digno de louvor, invocarei, e de meus inimigos ficarei livre," (II Samuel 22 : 4). Portanto, louvar é uma poderosa arma que Deus nos concedeu, é preciso que o ministério de louvor e a igreja tenham consciência disso e não perca a essência do louvor, transformando-os em apenas simples momentos de animação. O louvor é algo que vem de dentro,verdadeiro, intenso, diário e não apenas dominical. "E assim a minha língua falará da tua justiça e do teu louvor todo o dia." (Salmos 35 : 28)

Louvemos a Deus! Pois fomos todos chamados a louva-lo! Com nosso corpo, com instrumentos, com a intensidade de nossa voz. Barulhentos sim! Pois Deus quer que levantemos nossas vozes em louvor! Todo ser que respira louve ao SENHOR! Aleluia! "E, quando já chegava perto da descida do Monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto,"  (Lucas 19 : 37)  
LIVREES!!


  




5 comentários:

  1. Parabéns, e concordo com o escrito. Devemos, primeiramente, estar em constante relacionamento com Deus antes de qualquer ação.
    Os verdadeiros adoradores são aqueles que, segundo à Palavra, adoram em espírito e em verdade.
    Que o Senhor possa achar em nós essa verdadeira adoração.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a vocẽs! Esse era o estudo que estava procurando pra levar ao ministério da minha igreja! Fiquem na paz, que Deus continue abençoando voces!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anderson, sempre estaremos publicando estudos aqui no blog. Fique sempre de olho.. Deus te abençoe!
      Livrees!!

      Excluir
  3. Excelente!São estes princípios que todos os levitas deveriam seguir. Um abraço a todos do livre geração

    ResponderExcluir
  4. Amém, muito enriquecedor. Deus habita nos louvores, aleluia!

    ResponderExcluir